• Be Photopro

Dicas para fotografia infantil

Mais do que um mero registro de cenas cotidianas, fotografar crianças significa gravar momentos e lembranças. Uma fotografia dos tempos de infância é uma forma de manter viva memórias afetivas, sentimentos e sensações de uma época que jamais voltará.


E você consegue imaginar a frustração de uma pessoa cujas fotos de infância não saíram com a qualidade necessária para eternizar estes momentos?


Daí a importância de “caprichar” na hora de tirar fotos de crianças, para que elas saibam captar, muito mais do que poses, emoções que serão sentidas a cada vez que o adulto no qual ela se tornar pegar a sua caixinha de recordações.


E existem algumas dicas, ou até mesmo técnicas que podem ser utilizadas na hora de fotografar crianças, para garantir uma boa qualidade das fotos.


Paciência x Agilidade


Antes de mais nada, tenha em mente que crianças não têm paciência. Elas não ficarão ali, paradinhas, fazendo pose, enquanto você ajusta as últimas regulagens dos seus equipamentos. A tendência de que corram, chamem os pais, se sujem ou simplesmente cismem que não querem tirar fotos é grande. Portanto, o jeito é ajustar tudo o que for necessário e só depois chamar a criança para a pose. Ela vai chegar, posar e os resultados soarão muito mais naturais.


Distrações


Outra coisa que pode intimidar a criança é uma “plateia” muito grande. Portanto, nada de manter muitas pessoas no ambiente no qual você vai fotografar o pequeno. No máximo, os pais (que poderão ajuda-lo) e mais um assistente. Na hora de fazer a criança olhar para a câmera, muitas vezes você vai precisar se valer de algumas técnicas e táticas. Busque objetos luminosos ou que emitam músicas. Um brinquedo que a criança goste também pode ser levado ao estúdio para obter o mesmo resultado. Só tome cuidado para que o foco da fotografia não seja totalmente desviado para essas tentativas de chamar a atenção da criança.


Nível dos olhos


Outro fator importante a ser levado em conta é a perspectiva da criança. Tente fotografar ao nível dos olhos dela e não “de cima”, ao nível dos seus olhos. Quanto mais de perto a criança puder “conversar” com a câmera, mais natural será o resultado.


Naturalidade


Deixar que ela escolha livremente algumas poses também ajudará a transmitir essa naturalidade necessária para um bom ensaio fotográfico e uma bonita recordação.


Faça-a se sentir em casa


Ajustar luzes, sombras e demais objetos do cenário de modo que ela se sinta “em casa” também é uma boa estratégia. E por falar em casa, por que não fotografar os pequenos em sua própria casa? O fato de estar no local onde moram faz com que as crianças se sintam mais à vontade e menos pressionadas a fazer poses. Mas não se esqueça de “limpar” a área antes. Afinal, o objetivo da foto será guardar a lembrança do sorriso inocente dos tempos de infância e não da bagunça que a criança em questão fazia na sala dos pais.


E no mais, curta o momento junto com a criança. Lembre-se que eternizar momentos que jamais voltarão é um privilégio para poucos.


Gostou das dicas? Deixe seu comentário!


#fotografiainfantil #fotografiacrianças #aprenderfotografia #dicasdefotografia #blogfotografia #fotoconhecimento

FOTOCONHECIMENTO

contato@fotoconhecimento.com.br

© 2012-2020 FotoConhecimento

© fotoconhecimento - 2020 - contato@fotoconhecimento.com.br

CNPJ: 23.092.195/0001-42 | Brasil

Todos os direitos reservados. 2012 - 2020