• Be Photopro

Como montar um estúdio fotográfico? Aprenda aqui!

A maioria dos fotógrafos sonha ou já sonhou em ter um estúdio fotográfico. Ao mesmo tempo em que pode ser algo simples, o projeto pode se tornar um rombo no orçamento consumiindo preciosos recursos de um fotógrafo iniciante. Para que isso não aconteça com você preparamos algumas dicas fundamentais sobre como montar um estúdio fotográfico. Aprenda aqui!


Planejamento


Como qualquer negócio é importante você se planejar. Escolha qual tipo de fotografia será seu foco, verifique como é o mercado em sua cidade, procure saber como é a concorrência e como você pode se destacar dela. Converse com as pessoas que compõem seu público-alvo, tente analisar se há uma demanda por esse tipo de serviço.


A escolha e o estudo de cada detalhe poderão trazer bons frutos nas próximas dicas, poupando dinheiro, equipamentos e espaços que não serão utilizados na sua área de escolha.


Local e localização


O mercado que você escolheu em seu planejamento terá uma grande influência nesse momento. Se você for trabalhar com pequenos produtos para e-commerce e pretende se especializar em relógios e joias, por exemplo, você não irá precisar de um estúdio com um grande espaço. Porém, se seu objetivo são formaturas, você irá precisar de um espaço consideravelmente maior.


A localização também é algo importante, se você focar em seguimento como retratos para documentos o sucesso pode estar vinculado a sua localização. Lembre-se, lugares onde o cliente tem facilidade de chegar e pode parar com o carro sempre são um beneficio.


O equipamento


O tipo de segmento também irá lhe ajudar não apenas a escolher o tipo de equipamento necessário, mas os acessórios também. Para um estúdio básico é recomendado três tochas, sendo uma para luz principal, uma iluminando o fundo e uma para o preenchimento, um fundo branco e tripés de suporte para o fundo e as tochas, além de uma câmera e radio flash.


Também não podem faltar alguns acessórios como modificadores de luz - como Hazy, Softbox, Beauty Dish, Sombrinha, Colmeia, entre outros -, além de rebatedores.


Gastos (custo fixo e variáveis)


No estúdio há muitos custos a se considerar, vamos falar primeiro dos custos fixos, eles são: aluguel, água, Iptu, luz, funcionários (caso você tenha algum), telefonia, internet, software de edição, site, entre outros.


Os custos variáveis são todos aqueles que você tem eventualmente, álbuns, freelancers, impressão de fotos entre vários outros.


É importante ter em mente quando for montar o planejamento, o capital de giro do seu estúdio e uma reserva para pagar as despesas nos primeiros meses, pois eles podem acabar por não cobrir os gastos do estúdio. Tudo isso deve ser levado em conta para montar o seu estúdio fotográfico e o preço do seu trabalho, lembre-se de colocar o seu próprio salário.


Posicionamento no mercado


Conseguir os primeiros clientes e se posicionar no mercado sempre são uma tarefa difícil. Você deve escolher seu público alvo e fazer com que ele conheça a sua marca. Estar presente nas redes sociais, blogs, anunciar em sites e revistas especializadas de sua região sempre pode ser uma grande ajuda para tornar sua marca conhecida. A utilização de panfletos e outdoors também pode funcionar em várias regiões.


Ainda tem alguma dúvida de como montar um estúdio fotográfico? Deixe um comentário!


#aprenderfotografia #dicasdefotografia #blogfotografia #fotoconhecimento

FOTOCONHECIMENTO

contato@fotoconhecimento.com.br

© 2012-2020 FotoConhecimento

© fotoconhecimento - 2020 - contato@fotoconhecimento.com.br

CNPJ: 23.092.195/0001-42 | Brasil

Todos os direitos reservados. 2012 - 2020