• Be Photopro

6 dicas matadoras para melhorar suas fotos em movimento

Fazer fotos em movimento pode ser muito útil, já que assim conseguimos captar momentos que não são visíveis a olho nu. Além das inúmeras aplicações profissionais, como fotografar esportes ou fotos publicitárias, o movimento adiciona dinamismo às suas composições, deixando-as mais profissionais e artísticas.


Além de um conhecimento básico sobre as funcionalidades da sua câmera, você também precisa estar familiarizado com alguns conceitos na hora de fotografar, e é sobre isso que falaremos abaixo. Acompanhe!


1. Velocidade do obturador


É o tempo em que o obturador da câmera fica aberto, permitindo a entrada de luz e, consequentemente, a captura da imagem. O obturador funciona basicamente como seus olhos: desde que ele esteja aberto, uma imagem está sendo capturada.


E assim como seus olhos, o obturador capta imagens constantemente. Por exemplo, se seu obturador estiver aberto por meio segundo, tudo o que se mover durante esse tempo também estará se movendo na sua imagem. Portanto, o ideal é que o obturador seja programado para “piscar rapidamente”.


Para fotos em movimento, temos duas opções: O obturador mais rápido que o objeto, congelando a ação, ou obturador mais lento, o que cria um rastro do movimento.


Dicas


  • Uma boa dica é lembrar que a velocidade do seu obturar tem que ser determinada pela velocidade do objeto sendo fotografado. Se seu assunto não está se movendo rapidamente, mantenha seu obturador lento.

  • Tenha em mente também que, quanto mais rápido for o seu obturador, menos luz vai ser capturada, então, se você não possui os equipamentos para uma iluminação artificial, prefira fotografar em dias ensolarados e ao ar livre.

  • As câmeras possuem uma configuração predefinida para ajudar a fotografar em movimento, que deixa você escolher a velocidade do seu obturador e a câmera, então, automaticamente ajusta o ISO e a abertura, para que você tenha sempre uma exposição mais apropriada. Nas câmeras Canon, esse recurso é o TV; nas Nikon, é o S.


2. Abertura do diafragma


A abertura do obturador (ou a exposição) é a quantidade de luz que entra pela lente e atinge o sensor durante a captura de uma imagem, independentemente de ser luz natural ou artificial. Essa quantidade de luz varia de acordo com 4 fatores: intensidade, duração, distância da luz para o objeto e modificações na luz.


3. Distância


Quanto maior a distância entre você e o seu assunto, menor a velocidade, e mais fácil de se acompanhar o movimento. A distância também interfere na escolha de lente. Imagine que seu assunto esteja perto e você escolha fotografá-lo com uma lente 50mm. Sua missão será muito difícil.


Afaste-se até um ponto ideal e escolha uma lente 70-200mm, por exemplo. E não se preocupe com o fundo da imagem: quando se trata de fotos em movimento, quanto mais background, maior a sensação de movimento.


4. Foco


Escolha o modo de foco automático que mais lhe agradar e o adapte para sua necessidade. O foco manual pode ser difícil de controlar em situações em que o assunto se move muito rapidamente e as chances, geralmente, são de você não conseguir fazer a foto que deseja.

Deixe pelo menos um ponto focal nítido, pois, se tudo estiver desfocado, pode ser considerado um erro.


5. Flash


Use seu speedlight definido para sincronismo de cortina traseira. Com essa técnica, seu flash dispara no final da exposição, resultando em um efeito de rastro de luz que segue o assunto fotografado.


6. Tripé ou mão


Novamente, adapte seu conhecimento à sua necessidade. Se você estiver em uma praia fazendo fotos de longa exposição do oceano, um tripé vai ser seu melhor amigo. Porém, se você estiver em um terreno acidentado fotografando um corredor de motocross, um tripé pode atrapalhar, já que tudo acontece muito rapidamente e a movimentação é importante. A prática e o bom senso devem sempre guiar você.


Nada substitui a experiência quando o assunto é fotografar com movimento. Saia, encontre diferentes assuntos e teste as configurações do seu equipamento em diferentes situações. É por meio da prática que você evolui como fotógrafo.


Gostou do nosso post? Tem alguma dúvida ou dica para compartilhar? Conte para a gente nos comentários e compartilhe em suas redes sociais!


#aprenderfotografia #dicasdefotografia #blogfotografia #fotoconhecimento

FOTOCONHECIMENTO

contato@fotoconhecimento.com.br

© 2012-2020 FotoConhecimento

© fotoconhecimento - 2020 - contato@fotoconhecimento.com.br

CNPJ: 23.092.195/0001-42 | Brasil

Todos os direitos reservados. 2012 - 2020